Anatomia Patalógica

A patologia cirúrgica é o estudo anatomopatológico de órgãos ou partes retirados cirurgicamente.

Anatomia Patalógica

A patologia cirúrgica é o estudo anatomopatológico de órgãos ou partes retirados cirurgicamente (biópsias ou peças cirúrgicas). Tem como objetivo principal fornecer o diagnóstico da lesão, orientando o tratamento e o prognóstico do paciente.

Existem duas modalidades principais de procedimentos  o material processado e incluído em parafina e o transoperatório de congelação


O procedimento anatomopatológico mais freqüente é a inclusão em parafina de pequenos fragmentos para confecção de um preparado histológico padrão, corado pela hematoxilina-eosina. O histopatológico é precedido da realização de um procedimento cirúrgico, quer pode ser uma biópsia incisional, biópsia excisional e a retirada parcial ou total de um órgão.


A biópsia por congelação é realizado durante o ato cirúrgico, onde o cirurgião retira um pequeno fragmento de tecido que deverá ser analisado e diagnosticado pelo patologista sendo que os cortes são feitos em criostato e analisados em microscópio. Pode ser utilizado para se determinar a natureza de uma lesão - tumor benigno, maligno ou processo inflamatório, ou para se definir se  a margem cirúrgica está livre da lesão. O resultado da biópsia de congelação vai determinar a conduta a ser seguida pelo cirurgião.